• Rosana Seager

Mãe muitas vezes fica nos bastidores



Mãe muitas vezes faz parte dos bastidores.


Ela se certifica que as necessidades estão atendidas.


A carga mental que tanto falamos (e deveríamos explicitar ainda mais) existe e é BEM real!


O que dar de almoço e janta?

Tem legume? O prato está diversificado e colorido?

A mochila da escola foi desfeita antes do dia seguinte? As máscaras foram lavadas? Tem máscara suficiente?


Os remédios da farmacinha estão dentro da validade?


As roupas ainda estão cabendo? E os sapatos?

Quais brinquedos passar adiante?


Já está na hora de marcar pediatra, homeopata, dentista, oftalmologista.


O cabelo não foi lavado ontem, precisa lavar hoje e pentear e secar antes de dormir para não resfriar.


O lençol das crianças já está na hora de trocar. Tem que lavar as capas das almofadas e a capa do colchão.


Tem que guardar os desenhos, mas antes precisa colocar data e decidir o que vai guardar e o que vai ser jogado fora (sim, nem tudo podemos guardar).


As escovas de dente precisam trocar.


As homeopatias precisam ser dadas.


As crianças precisam descer pro play, precisam correr e gastar energia para dormir bem.


As fraldas estão acabando, precisa comprar mais. Vou passar pelas 5 farmácias para ver onde está mais barato.

Aliás, como será que podemos conduzir o desfralde noturno? To com preguiça ou estou esperando ela dar os sinais? Com a primeira não foi assim, ela desfraldou antes, será que deveríamos fazer algo? Melhor deixar ela desfraldar sozinha.. será?


Quantas vezes será que vão acordar essa noite?

[quando acordam]: o que será que é? Gases, dor, pesadelo? O que comeram durante o dia que pode ter causado isso? Será que é emocional? Como será que posso ajudar? Será que foi porque eu não dei atenção naquela hora que elas pediram atenção, ou será que foi porque perdi a paciência?



Essas são apenas algumas das inúmeras frases e conversas e pensamentos comigo mesma todos os dias o tempo todo.


Quais são as suas cargas mentais? Escreve aqui: