• Rosana Seager

Saudação ao sol (literalmente)


Minhas filhas saúdam o sol todos os dias.

Para mim, isso sempre foi e ainda é difícil. Eu curto muito dormir. Nem sou daquelas que acordava 12h na vida antes doa filhos, sempre fui matutina, mas matutina depois que o sol já aparecera há algumas horas.


Na gestação da Clara, o meu principal receio sobre a vida puerperal era das noites.. e foi de fato o que eu mais penei.


Já devem ter ouvido as frases: vai passar e aceita que dói menos. Pois é, o vai passar pode demorar e doer menos não significa que não incomode.


Mas, c’est la vie e essas são minhas amadas filhotas, da maneira que são!


Por isso, não há outra saída a não ser se adaptar e criar novos hábitos.


Por aqui, tentamos jantar com as meninas às 18h, tomar banho antes delas dormirem, para termos um tempinho de vida adulta sem criança à noite e ainda dormir cedo. Quando dá, de manhã enrolamos na cama enquanto as duas pintam e bordam pela casa (hoje teve explosão de pó de glitter pelo chão da sala que fizemos faxina ontem). Quando não dá, levantamos cedo mesmo e quando dá 7h já estamos no 220v.

Aproveitando e curtindo quando o humor permite.

Resmungando um pouco quando o humor não permite.

Revezando quando o cansaço consome.

Agradecendo também ao sol de cada dia!


Quem tem filhos madrugadores aí? Que acordam cedo independente da hora que dormem?


#filhosquemadrugam #adhomukasvanasana #yoga #madrugar #dormircomasgalinhas #acordarcomospassarinhos