• Rosana Seager

A arte de observar


A arte de observar


Observa a mulher como protagonista de seu próprio parto.


Esse poder e autorização de muitas vezes observar é fruto de toda a trajetória de empoderamento trabalhado ao longo da gestação com informações de qualidade, baseada em evidências, relembrando seu potencial, suas possibilidades, suas opções, seus direitos.


Todo o aprendizado que antecede o trabalho de parto, somado à escolha de uma equipe que honre suas escolhas e direitos permite que a mulher possa surfar para seu lado mais instintivo, pois pode confiar não somente na sua equipe, mas principalmente nela mesma.


Mesmo com alguns percalços pelo caminho, mudanças de planos, intercorrências, que possam acontecer, a mulher bem informada sabe que seu parto deve ser respeitoso e humanizado, garantindo igualmente a saúde de mãe e bebê.


Se você está grávida busque informação de qualidade e uma equipe atualizada, humanizada e respeitosa, que honre suas preferências e direitos.